default-logo

CDL COBRA DO EXECUTIVO DATA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE ESTACIONAMENTO ROTATIVO

Uma audiência pública agendada para o dia 2 de março irá debater, na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, um novo modelo do sistema de estacionamento rotativo para a cidade. A data foi confirmada ontem para membros da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) em reunião específica para tratar sobre o tema com o prefeito Fabrício Oliveira.

Desde que o sistema de estacionamento rotativo foi suspenso em Balneário Camboriú, o comércio local sente os efeitos da dificuldade de vagas nas regiões centrais da cidade, em especial na Avenida Brasil e Terceira Avenida. “Precisamos priorizar este assunto e reativar o sistema ainda em 2018. Este é um assunto fundamental para o comércio local”, observa a presidente da CDL, Eliane Colla.

Segundo o prefeito, após a realização da audiência pública no início de março, o Executivo terá que encaminhar o modelo para análise do Tribunal de Contas e só então chamar o mercado para participar do processo de concessão. Atualmente, Balneário Camboriú possui 88 mil veículos cadastrados, sendo 25% da frota composta por motos.

Na reunião, a diretoria da entidade sugeriu ainda a implantação de placas de paradas rápidas de 15 minutos nas regiões mais movimentadas da cidade como alternativa para sanar a falta de vagas. Fabrício Oliveira comprometeu-se em fazer um mapeamento de pontos onde poderiam ser afixadas as placas para apresentação ao setor. “Sem dúvida alguma, o principal desafio hoje é melhorar a questão do trânsito e de tudo o que envolve a mobilidade urbana em Balneário Camboriú”, finalizou o prefeito.